RACISMO AMBIENTAL • FRIDAYS FOR FUTURE

Blog Guilherme Dias apoia publicamente o Fridays For Future Brasil e anuncia as atividades junto ao gt de São Paulo (Fridays For Future São Paulo).

Durante o Fórum Mundial de Davos, a eco-ativista negra ugandesa, Vanessa Nakate, foi cortada em foto de matéria para o jornal estadounidense Associated Press. Muitos já se esqueceram. Nós não. Quando ambientalistas negros têm o seu trabalho desprezado, ocorre racismo ambiental; quando percebe-se que as populações negras, no Brasil e no mundo, são as que menos têm acesso a saneamento e água potável, ocorre racismo ambiental; quando percebe-se que negros tem 62% mais de chance de morrerem por causa de uma pandemia que continua a se espalhar por causa da ganância de uma elite branca, ocorre racismo ambiental!


O termo racismo ambiental não é novo. Quem o cunhou foi Dr. Benjamin Franklin Chavis Jr., ativista braço direito de Martin Luther King Jr., ao perceber que a população negra era muito mais afetada por resíduos tóxicos do que a população branca!
Nas palavras da eco-ativista negra Stephanie Ribeiro “Crianças negras levam tiro da polícia, sim. Assim como morrem de toxoplasmose em áreas insalubres, contaminadas em áreas que são lixões industriais e vão morrer ainda mais nas secas, fome e processos de imigração.” Nós da Fridays For Future, no Brasil e no mundo, não vamos nos calar enquanto o povo negro é desprezado, maltratado e morto! Não toleramos nenhum tipo de ato racista com os membros da FFF! Quando George Floyd foi sufocado pelo joelho de um policial racista, o mundo inteiro parou. Ativistas de todos os grupos saíram às ruas.


Houve resistência, houve violência. Os racistas ficaram apavorados. Tem toda a razão em terem medo! É um bom começo o que se desdobra. Mas nós não podemos esquecer que Franklin foi um entre muitos! “Digam os seus nomes!” é grito de guerra nas manifestações em respeito a George Floyd. João Pedro, Marielle Franco, Chico Mendes, Rafael Braga, Cláudia Simões, e tantas outras lutadoras e lutadores! Digam os seus nomes! Nós não esquecemos, e você também não deve!


Blog Guilherme Dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário