ÍNDICE DE TRANSPARÊNCIA DA MODA BRASIL 2019 - FASHION REVOLUTION



Promover a revolução na moda consiste em trabalhar para transformar a indústria (e o mundo) em um lugar melhor. Estamos acompanhando atentamente muitas pessoas se fazendo ouvir em acusações de racismo, abusos de poder e tantos outros apontamentos acerca de grandes empresas do cenário brasileiro.


Neste contexto, buscamos no Índice de Transparência da Moda Brasil a divulgação pública de políticas e compromissos assumidos por 30 grandes empresas da indústria e como elas são implementadas na prática para seus funcionários diretos e trabalhadores nas cadeias de fornecimento. No questionário de pesquisa procuramos pelas seguintes informações:
👉🏽 A empresa publica informações sobre a divisão por cor ou raça de seus funcionários?
👉🏽 A empresa publica anualmente as diferenças salariais do seu quadro de funcionários sob a perspectiva racial?
👉🏽 A empresa publica suas ações com foco em promoção de igualdade racial entre seus funcionários?
👉🏽A empresa publica a distribuição por raça dos trabalhadores em cada unidade das instalações de fornecedores?


Das 30 marcas analisadas, somente 2 divulgam dados sobre como organizam as informações referentes ao perfil racial de seus funcionários. Enquanto isso, apenas 1 empresa publica suas ações com foco na promoção de igualdade racial entre seus funcionários. Nenhuma delas publica as diferenças salariais do seu quadro de funcionários sob a perspectiva racial e somente 2 publicam a distribuição por raça dos trabalhadores nas instalações de fornecedores. Tais resultados sugerem que o enfrentamento das desigualdades é urgente.
Citando Mércia Silva, diretora executiva da InPACTO, "transparência é um ato de responsabilidade que permite a construção da equidade entre os pares ou partes."


O Índice de Transparência aponta nesta estatística dados que são públicos, e não pode afirmar por este levantamento, se a empresa têm ou não ações neste sentido.
Seguiremos acompanhando! #transparenciaimporta

Blog Guilherme Dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário