CDC 46: ROBER DOGNANI

O desfile mais cômico desta edição foi o do estilista tradicional da Casa Rober Dognani que trouxe as passarelas a cena clubber paulistana dos anos 2000. Em apetrechos festivos como chapéu, formas inusitadas e peças claunescas.

A coleção carrega muito brilho, cena artisica e fortes traços dramáticos como o próprio estilista contou para o blog no backstage.

Falando em claunesco ... a abertura contou como um show em performance incrível dos palhaços !








@blogguilhermedias

Blog Guilherme Dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário